henriqueneto

Henrique Neto: «Estamos a tempo de emendar os erros e de definir de novo um verdadeiro desígnio atlântico para Portugal»

A logística é um dos três principais pilares em que Henrique Neto assenta o processo de desenvolvimento da economia portuguesa, sendo os outros dois a formação dos recursos humanos e os sistemas de informação e comunicação. No VI Encontro de Gestores, organizado pelo Fórum de Administradores de Empresas, o candidato presidencial defendeu as potencialidades da localização de Portugal no Atlântico e a necessidade de definir um desígnio e estratégia nacional.

«Sem um desígnio nacional e sem uma estratégia logística, Portugal perdeu para a Espanha e para Marrocos o domínio do transportes de contentores no Atlântico», afirmou Henrique Neto, acrescentando: «Os erros cometidos neste domínio por sucessivos governos tiveram consequências trágicas no crescimento da economia nacional e são uma das causas da estagnação económica da última década».

O candidato presencial sublinhou ainda que «estamos a tempo de emendar o erro e de definir de novo um desígnio Atlântico para Portugal», aumentando a capacidade dos portos, automatizando e inovando na movimentação de carga e descarga dos contentores, com o objetivo de reduzir o tempo de permanência dos navios.

Com os Encontro de Gestores, o Presidente do FAE, Luís Filipe Pereira, pretende «criar oportunidades de diálogo na sociedade portuguesa», com vista a um regular contributo para o desenho de propostas de racionalidade empresarial e política que pretendem estimular a evolução das práticas de decisão institucional.

A iniciativa iniciou-se em 2014 e teve já como oradores João Salgueiro, Eduardo Catroga, Manuel Ferreira de Oliveira, Jardim Gonçalves e Artur Santos Silva.

Posted in Notícias.

Deixar uma resposta